Livro Nas Batidas do Samba

Nas Batidas do Samba é um livro onde são ensinadas 40 batidas de cavaquinho através de um sistema de notação original que permite distinguir, em cada modo de fazer as batidas, os efeitos que se deve extrair das cordas do cavaco para obter variados movimentos sonoros.

Este sistema é constituído por setas diferenciadas e pela distinção de cordas graves e agudas que também está grafado na escritura musical. Acompanha o livro, um CD com a execução sonora destas batidas e de sequências harmônicas das músicas que servem de referência para as batidas. Além disso, há uma discografia e o livro é bi-língue (português/inglês).

Em nossas observações, constatamos que boa parte dos cavaquinhistas tocam samba com um repertório muito pequeno de variações, nosso método pretende ampliar este repertório e ao mesmo tempo auxiliar no aprimoramento técnico do jeito de tocar cavaco.

cavaquinho-metodo-livro-musica-brasileira-samba

 

O cavaquinho realiza um trabalho harmônico, melódico e percussivo, por isso entendemos sua enorme possibilidade. Em parceria com o Prof Nestor Habkost, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), localizada em Florianópolis, resolvemos estudar e pesquisar com maior profundidade este instrumento por perceber que existem lacunas nas batidas (levadas) com o objetivo de desenvolver uma metodologia própria.

Para adquirir o livro, preencha o formulário com seus dados.


Para se aprofundar sobre a história do cavaquinho, leia o artigo Por uma escrita idiomática de ritmos para o cavaquinho brasileiro

Resumo: Este artigo tem como principal objetivo a proposição de uma escrita idiomática de
ritmos para o cavaquinho utilizando a notação musical tradicional como suporte. A análise de
métodos publicados no Brasil durante o século XX mostra que há um déficit de conteúdo
relacionado à transmissão da condução rítmica que, ao longo dos anos, tem sido realizada
através da oralidade. O crescimento de pesquisas acadêmicas sobre o tema e a chegada do
cavaquinho ao nível universitário de ensino revela a necessidade de uma grafia inteligível com
relação as articulações sonoras presentes na execução do instrumento, possibilitando
alternativas para o registro e transmissão de ritmos ligados a gêneros populares além de novas
abordagens no ensino/aprendizagem. Faz-se necessária juntamente com outros cavaquinistas a
estruturação de uma taxonomia das articulações sonoras, onde procedimentos de execução
recorrentes na prática sejam identificados e representados adequadamente na escrita musical.
Estudos preliminares mostram que é possível adotar a simbologia já existente na notação
tradicional para representação destas articulações, como o uso das “arcadas” – utilizada pelos
instrumentos de cordas friccionadas na indicação da direção do movimento do arco – e de
elementos da escrita para instrumentos de percussão. O método está sendo empregado em
transcrições de ritmos ligados ao choro.

Palavras chave: Cavaquinho, música popular, método de ensino.